Menu

Assine nossa newsletter

Folha de S.Paulo

Georgette Fadel estréia musical que resgata fala de ex-interna

6.6.2005  |  por Valmir Santos

São Paulo, segunda-feira, 06 de junho de 2005

TEATRO 
Peça revela poesia “brutal” de Stela do Patrocínio

VALMIR SANTOS
Da Reportagem Local 

Se Arthur Bispo do Rosário (1911-89) sublimou arte na loucura por meio de mantos bordados, estandartes e esculturas, Stela do Patrocínio (1941-92) o fez pela fala. “Pelo chão você não pode ficar porque lugar de cabeça é na cabeça, lugar de corpo é no corpo”. Assim falou a mulher negra, sem família, internada durante cerca de 30 anos em manicômio -26 deles na Colônia Júlio Moreira, hoje Instituto Municipal Juliano Moreira, no Rio, por onde também passou Bispo do Rosário.

Diagnosticada esquizofrênica, Patrocínio soltava o verbo pelo pátio. Parte de suas falas foi gravada por duas artistas plásticas, nos anos 80, e registradas no livro “Reino dos Bichos e dos Animais É o Meu Nome” (Azougue, 2001), organizado pela filósofa e psicanalista capixaba Viviane Mosé.

Agora, sua fala surge recriada em cena na voz de Georgette Fadel, intérprete do solo “Entrevista com Stela do Patrocínio”, que estréia amanhã no Tusp.

“Há alguns anos, a busca de uma “nova palavra” vem se tornando vital para o meu trabalho”, escreve Fadel. “E então, Stela do Patrocínio nos vem com essa poesia brutal que emociona e acorda”, afirma a atriz e diretora da Cia. São Jorge de Variedades, aqui em projeto paralelo com a cantora Juliana Amaral (como a entrevistadora) e o músico Lincoln Antonio (ao piano).

O espetáculo casa música e cena, uma “ópera mínima”. “Ópera porque é um drama musical. Mínima porque tem formação reduzida, com uma solista (Stela), sua antagonista (a entrevistadora) e o acompanhamento instrumental do piano”, diz Lincoln Antonio.

A criação é dedicada ao cantor e ator Ney Mesquita, seu idealizador, morto em 2004. Convidada para fazer supervisão, Fadel acabou assumindo o papel.



Entrevista com Stela do Patrocínio

Quando: estréia amanhã, às 21h30; somente às ter., às 21h30; até 28/6
Onde: Tusp (r. Maria Antônia, 294, Vila Buarque, tel. 0/xx/11 3259-8342) 
Quanto: R$ 10

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados