Menu

Assine nossa newsletter

Folha de S.Paulo

Needcompany revê século 20 com “O Quarto de Isabella”

4.10.2006  |  por Valmir Santos

São Paulo, quarta-feira, 04 de outubro de 2006

TEATRO 

VALMIR SANTOS
Da Reportagem Local 

O Brasil recebe pela primeira vez a companhia belga de teatro Needcompany. São 20 anos de experimentos de linguagem costurados a outras formas de expressão, como dança, música e artes visuais. E sem prejuízo da cena de origem, o verbo. 

“O que faço é teatro. Teatro da palavra”, diz o diretor artístico Jan Lauwers. Ele assina ainda dramaturgia e cenografia de “O Quarto de Isabella”, que estreou no Festival de Avignon em 2004 e foi exibido há dez dias na Bienal de Dança de Lyon, na França.

Na criação, Lauwers conjuga a perda recente de seu pai à dor de um mundo acossado por terrorismo. 

São duas apresentações no Sesc Vila Mariana, na Temporada Sesc de Artes, hoje e amanhã, e duas no riocenacontemporânea, dias 7 e 8, no Sesc Ginástico (RJ). Segundo Lauwers, trata-se de “uma história de verdade” com janelas para a ficção. A narrativa linear contrasta com outras montagens da Needcompany, conhecida pela disponibilidade para o risco e o experimento. 

A memória de Isabella puxa fios pessoais, afetivos, em meio a um painel histórico. Contracenando com nove atores, Viviane de Muynck vive a velha cega, que habita um quarto em Paris repleto de objetos antigos, parte da coleção do pai do diretor.



O quarto de Isabella
Onde:
Sesc Vila Mariana (r. Pelotas, 141, tel. 0/xx/11/5081-3000) 
Quando: hoje e amanhã, às 21h 
Quanto: de R$ 10 a R$ 30 

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados