Menu

Assine nossa newsletter

Folha de S.Paulo

Estréiam peças de Moreno e Possolo

7.4.2007  |  por Valmir Santos

São Paulo, sábado, 07 de abril de 2007

TEATRO 
O drama “A Refeição” e a comédia “Eu Odeio Kombi” participaram do Festival de Teatro de Curitiba 

VALMIR SANTOS
Da Reportagem Local 

Com passagens pelo 16º Festival de Teatro de Curitiba, na semana passada, dois espetáculos iniciam temporada em São Paulo. O drama “A Refeição”, de Newton Moreno, é dirigido por Denise Weinberg e estréia hoje no Sesc Santana, na zona norte. A comédia “Eu Odeio Kombi”, de Hugo Possolo, dirigida por Jairo Mattos, ocupa desde ontem o Arthur Azevedo, na Mooca, zona leste.
 
Moreno é dramaturgo dos mais produtivos depois do premiado “Agreste” (2004). Recentemente, esteve entre os criadores de “Západ”, projeto da Cia. Balagan e de experimentos com o Grupo XIX de Teatro, além de escrever para a sua própria cia. 

Agora, explora variações do canibalismo em “Vemvai – O Caminho dos Mortos”, que estreou na semana passada na Unidade Provisória Sesc Avenida Paulista -montagem unha e carne com “A Refeição”. 

O título é direto no que lhe toca: a antropofagia. Esta é consumada de forma literal em três histórias. A primeira é breve, um homem e uma mulher às voltas com seus desejos. Sozinhos na sala de um hospital, fincam seus dentes um no outro, num surpreendente pacto de intimidade. 

Na segunda história, o estranhamento se dá pela atração de um executivo (Descartes) por um mendigo (Plínio Soares). Resulta num monólogo sobre o poder de classes em jogo, cinismo e sedução na selva da cidade, de acordo com o autor. 

A terceira das histórias de “devoração” reúne os mesmos intérpretes, Descartes e Soares, respectivamente o último índio de uma tribo e um antropólogo. 

No leito de morte, o índio firma acordo para ser “canibalizado” pelo interlocutor, o que concebe como um movimento de volta às raízes. 

Aos 15 anos, a Cia. Cênica Farândola Troupe vai ao palco italiano (platéia frontal) depois de muito se apresentar em praças, picadeiros e até piscina. Os atores Armando Junior e Neto de Oliveira convidam Hugo Possolo (dramaturgia) e Jairo Mattos (direção) para sua nova produção, artistas cúmplices na trajetória da Farândola. 

A peça de Possolo fala de dois amigos que compartilham crises pessoais, fracassos e esperanças. O embate existencial é deflagrado quando a Kombi (ou a carcaça dela) em que trabalham pifa, ou melhor, explode. Eles se vêem num lugar deserto, sem ter a quem apelar. 



A Refeição
Onde:
Sesc Santana – teatro (av. Luiz Dumont Villares, 579, tel. 6971-8700) estréia hoje, às 21h; sáb., às 21h, e dom., às 19h. Até 13/5 
Quando: estréia hoje, às 21h; sáb., às 21h, e dom., às 19h. Até 13/5 
Quanto: entre R$ 6 e R$ 16

Eu odeio Kombi
Onde:
Teatro Arthur Azevedo (av. Paes de Barros, 955, Mooca, tel. 6605-8007) 
Quando: sex. e sáb., às 21h, e dom., às 19h. Até 10/6 
Quanto: R$ 10 

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados