Menu

Assine nossa newsletter

Folha de S.Paulo

Montagem costura sete peças dramáticas de Nelson Rodrigues

2.5.2007  |  por Valmir Santos

São Paulo, quarta-feira, 02 de maio de 2007

TEATRO 

VALMIR SANTOS
Da Reportagem Local 

Cenas de sete peças de Nelson Rodrigues (1912-80) dão liga a “Amor por Nelson”, com direção de Jairo Mattos, em cartaz a partir de sexta no teatro Augusta. 

Seguindo a acepção do crítico Sábato Magaldi, estudioso da obra de Rodrigues, preponderam passagens das peças míticas (“Álbum de Família”, “Senhora dos Afogados”, “Anjo Negro”, “Dorotéia”) e das tragédias cariocas (“O Beijo no Asfalto”, “Toda Nudez Será Castigada” e “A Serpente”). 

O projeto dá seqüência à pesquisa dos intérpretes Dinah Perry e Paulo Goulart Filho em torno do diálogo da escrita teatral com a expressão corporal. Eles tentaram expor tal eixo em “O Cavalo na Montanha” (2002) e “X Y, a Verdadeira Diferença entre os Sexos” (2004). 

Como o título sugere, “Amor por Nelson” quer recortar a relação homem/mulher nas respectivas histórias. “A montagem trabalha os personagens como uma partitura ou coreografia. São 14 deles num total de sete cenas”, afirma Mattos, 44. Na atual temporada, Mattos também dirige “Eu Odeio Kombi”, com a Cia. Cênica Farândola Troupe, no teatro Arthur Azevedo; “Carro de Paulista”, no teatro Folha; e dirige e atua em “Cata-Dores”, no teatro Cultura Inglesa.



Amor por Nelson
Quando: sex., às 21h30; sáb., às 21h; e dom., às 19h; até 16/7 
Onde: teatro Augusta (r. Augusta, 943, tel. 0/xx/11/3151-4141) 
Quanto: R$ 30 (sex.) e R$ 40 (sáb. e dom.)  

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados