Menu

Assine nossa newsletter

Folha de S.Paulo

Reestréias aquecem temporada em São Paulo

10.1.2008  |  por Valmir Santos

A temporada de teatro esquenta a partir desta semana em São Paulo, quando as reestréias superam as estréias pontuais nos primeiros dias de janeiro. Pelo menos 20 espetáculos voltam ao cartaz até domingo.


São Paulo, quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

TEATRO 
“A Pedra do Reino”, de Antunes Filho, e “Ensina-me a Viver”, com Glória Menezes, estão entre os 20 espetáculos que voltam ao cartaz 

VALMIR SANTOS
Da Reportagem Local 

A temporada de teatro esquenta a partir desta semana em São Paulo, quando as reestréias superam as estréias pontuais nos primeiros dias de janeiro. Pelo menos 20 espetáculos voltam ao cartaz até domingo.

São trabalhos representativos da diversidade de estilos e gêneros que povoam os palcos da cidade ao longo do ano.

Antunes Filho desloca “A Pedra do Reino” (2006) do Sesc Anchieta para a unidade de Santana. Trata-se de sonho antigo do diretor: teatralizar a obra “Romance D’a Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta”, ou melhor, duas, já que a sua adaptação somou “História d”O Rei Degolado nas Caatingas do Sertão – Ao Sol da Onça Caetana”, ambos de Ariano Suassuna. A interpretação de Lee Thalor para Quaderna é capítulo à parte nesse projeto do Centro de Pesquisa Teatral (CPT).

Na “repescagem”, o espectador pode pinçar ainda o espetáculo “Ay, Carmela!”, comédia de tintas dramáticas do espanhol José Sanchis Sinisterra, que esteve em São Paulo em dezembro, deu palestra e assistiu à encenação de Marco Antônio Braz. O texto é centrado num casal de artistas (por Virgínia Buckowski e Maurício Marques) que sobrevivem em meio às agruras da Guerra Civil Espanhola, oscilando lirismo e dor. Serão apenas mais quatro apresentações, sempre às sextas-feiras, a partir de amanhã.

Claudia Mello e Caio Blat, que atuam em “Chorinho”; Glória Menezes, na comédia “Ensina-me a Viver”; e Bruce Gomlevsky, no musical “Renato Russo”, também figuram nas reestréias.

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados