Menu

Assine nossa newsletter

contracena

O cena em transe de Frank Castorf [entrevista]

27.9.2010  |  por Valmir Santos

O diretor alemão já adaptou pelo menos cinco obras do russo Fiódor Dostoiévski para o teatro. Ele fez chegar duas delas também ao cinema: Os demônios e O idiota, esta de 2006. Foi para exibi-las que estava no Brasil em dezembro de 2009, quando conversou com a revista Camarim, da Cooperativa Paulista de Teatro. Colaborei nesta entrevista, ao lado de Alessandra Perrechil e Maurício HIroshi. Castorf prospecta a linguagem como discurso político, o desejo pela recepção instável do espectador que o acompanha, o trânsito pelo audiovisual e a sua perspectiva histórica do lendário espaço no qual é diretor artístico há 18 anos, o Voksbühne, ou Teatro do Povo, em cena desde 1914 na Berlim que era uma antes e virou outra depois da queda do Muro.

 

(27 de setembro de 2010)

 

Clique no link abaixo para ler as páginas em PDF.

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados