Menu

Assine nossa newsletter

Reportagem

Os premiados da APCA e os indicados do Shell SP

10.12.2013  |  por Valmir Santos

Foto de capa: Ligia Jardim

Tempo de listas. Saíram os premiados em 2013 pela Associação Paulista de Críticos de Arte, a APCA. A apuração aconteceu na noite de segunda-feira, na sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo. A lista de todas as áreas estão aqui. Horas antes, à tarde, foi a vez do Prêmio Shell divulgar os indicados paulistas deste segundo semestre. Todos os correspondentes do ano no Rio e em São Paulo podem ser vistos aqui.

O teatro em 2013 segundo a APCA:

Autor/dramaturgo:

Kiko Marques, por Cais ou da indiferença das embarcações, Velha Companhia

Ator

Cassio Scapin, por Eu não dava praquilo

Atriz

Débora Falabella e Yara de Novaes, por Contrações, Grupo 3 de Teatro

Diretor

Dagoberto Feliz, por Folias Galileu, Folias D’Arte

Espetáculo

Nossa cidade, direção de Antunes Filho, Grupo de Teatro Macunaíma/CPT

Prêmios Especiais

Eva Wilma, pelos 60 anos de carreira
Projeto Baú de Arethuza, da Cia. Os Fofos Encenam

Grande Prêmio da Crítica

Maria Thereza Vargas, pela longa e brilhante carreira de pesquisadora teatral e pela autoria do livro Cacilda Becker: Uma mulher de muita importância (Imprensa Oficial do Estado)

Votaram: Afonso Gentil, Aguinaldo Ribeiro da Cunha, Edgar Olimpio de Souza, Erika Riedel, Evaristo Azevedo, Gabriela Mellão, Maria Eugênia de Menezes, Miguel Arcanjo e Vinicio Angelici

*

O segundo semestre segundo o Prêmio Shell SP:

Autor

Claudia Schapira, por Antígona recortada, contos que cantam sobre pousospássaros

Hugo Possolo, por Eu cão eu

Michelle Ferreira, por Os adultos estão na sala

Direção

Antunes Filho, por Nossa cidade

Rogério Tarifa e Rodrigo Mercadante, por Cantata para um bastidor de utopias

Ator

Cassio Scapin, por Eu não dava praquilo

Chico Carvalho, por Ricardo III

Atriz

Cácia Goulart, por A morte de Ivan Ilitch

Michelle Boesche, por Os adultos estão na sala

Cenário

Bira Nogueira, por Folias Galileu

Rogério Tarifa, por Cantata para um bastidor de utopias

Figurino

Cassio Brasil, por O burguês fidalgo

Miko Hashimoto, por Operação trem-bala

Iluminação

Fran Barros, por Vestido de noiva

Lucia Chediek, por A morte de Ivan Ilitch

Música

Jonathan Silva e William Guedes, por Cantata para um bastidor de utopias

Otávio Ortega e Lucas Santtana, por O duelo

Inovação

Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, pela pesquisa e pelo resultado na criação de sonoridades e partituras ‘corpomusicalizadas’ em Antígona recortada, contos que cantam sobre pousospássaros.

Os Satyros, pela projeção, permanência e abrangência do evento Satyrianas na condição de fenômeno histórico-artístico e social.

Valmir Santos

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados