Menu

Assine nossa newsletter

Nota

Indicamos no Fringe – domingo, 6

6.4.2014  |  por Teatrojornal

Neste derradeiro dia da 17ª mostra paralela (desde 1998) e no âmbito do 23º Festival de Teatro de Curitiba (desde 1992), indicamos os seguintes espetáculos a conferir na programação do Fringe, ordenados por horário e conforme dados da organização.

Dando nó em pingo d’água
Comédia | Largo da Ordem – Bebedouro, 13h
Na cidade de Eitcha Pentcha, Benedito se apaixona por uma mocinha e faz de tudo para conseguir seu coração. Ele só não contava com o pai da moça para atrapalhar seu plano.
Companhia: Eitcha Companhia de Teatro | Direção: André Santana | Autoria de texto: André Santana | Elenco: André Santana, Cesar Leite, Felipe Santana, Guil Costa, Paulo Ricardo, Rosana Costa, Rose Ribeiro e Solimões Feitosa
Duração: 55 min | Aracaju / SE | Valor: grátis

Vermelho amargo
Romance | Teatro Cena Hum, 14h
Ao lembrar-se de sua infância, um homem tenta aliviar o amargor de seu passado, marcado pela morte da mãe. Em cena, os atores apresentam o trajeto de amadurecimento dessa criança assustada pela ausência da mãe e também pela forma como sua madrasta cortava o tomate para as refeições da família. O processo criativo teve colaboração da atriz Vera Holtz.
Companhia: Companhia Aberta | Direção: Diogo Liberano | Autoria de texto: Bartolomeu Campos De Queirós | Elenco: Daniel Carvalho Faria, Davi De Carvalho, Gabriela Geluda e Luiz Paulo Barreto
Duração: 50 min | Rio de Janeiro / RJ | Valor: R$ 8.

Casa de Bonecas
Pós-dramático | TEUNI – Teatro Experimental da UFPR, 15h
Nora Helmer é esposa de Torvald, alto funcionário de um banco. A forma cuidadosa como ele a trata esconde a sujeição estabelece sobre ela. A peça mostra o desenvolvimento de um gesto de recusa de Nora em relação a esse estado de coisas, o que a levará a tomar uma atitude radical e inesperada.
Companhia: Os Bárbaros Cia de Teatro | Direção e orientação: Cássio Pires | Dramaturgia: Cássio Pires, a partir de Henrik Ibsen | Elenco: Antonio Junior, Nilka Costa e Renan Fabri
Duração: 50 min | Presidente Prudente / SP | Valor: R$ 20.

Billie
Pós-dramático | Mini-Guaíra – Aud. Glauco Flores de Sá Britto, 16h
Espetáculo com ponto de partida na vida e na arte da cantora Billie Holiday. Utilizando várias camadas de memória, entre as quais biografias da artista, o ambiente e a época de seu sucesso são recriados. Um convite à reflexão acerca do caráter inconstante que a fama e o reconhecimento assumem nos dias de hoje.
Companhia: Dezoito Zero Um – Companhia de Teatro | Direção: Alexandre França | Autoria de texto: Alexandre França | Elenco: Cassia Damasceno, Diego Fortes e Otavio Linhares.
Duração: 45 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 20.

Duo sobre desvios
Experimental | Casa Hoffmann, 16h
Qual a melhor forma de celebrar o abandono? Tendo como ponto de partida essa pergunta, e a ideia de desvio como ato de abandono, o duo artístico de Cadu Cinelli e Fabricio Moser investiga a questão cenicamente de maneira autoral e colaborativa.
Companhia: Cadu Cinelli e Fabricio Moser | Direção: Cadu Cinelli e Fabricio Moser | Elenco: Cadu Cinelli e Fabricio Moser
Duração: 90 min | Rio de Janeiro / RJ | Valor: R$ 20.

O segredo da arca de Trancoso
Sem gênero | Largo da Ordem – Cavalo Babão, 17h
Inspirado no universo dos contos orais brasileiros, o espetáculo utiliza técnicas de pernas de pau, máscara e músicas originais, para contar a história de um menino encarregado de levar uma arca de madeira até um local muito distante.
Companhia: Grupo Vilavox | Direção: Claudio Machado | Autoria de texto: Luiz Felipe Botelho | Elenco: Claudio Machado, Fred Alvin, Gordo Neto, Joker Guiguio, Manu Santiago, Márcia Lima, Ramona Gayão, Roberto Brito e Vagné Lima
Duração: 90 min | Salvador / BA | Valor: grátis

Galo Jacivaldo e ator Claudio Machado, do Vilavox (BA)

O pintor
Comédia Clown | Pátio da Reitoria da UFPR, 17h30
O espetáculo mostra as atrapalhadas e os desajustes de Zabobrim, um palhaço prestativo na tarefa de pintar uma bandeira. Mas nem tudo é como parece, e o simples se revela mais complicado e perigoso do que um duelo a mão armada.
Companhia: Barracão Teatro | Direção: Ésio Magalhães | Autoria de texto: Ésio Magalhães | Elenco: Ésio Magalhães
Duração: 60 min | Campinas / SP | Valor: grátis.

Ésio Magalhães em ‘O pintor’, do Barracão Teatro

A multidão num mínimo espaço de fúria e medo
Drama | Sesc Água Verde, 18h
Espetáculo sobre o submundo em que vivem os guardadores de carros e a luta por sua regularização como profissionais. Três personagens, três habitantes das ruas, cada qual com suas vivências, e partilhando as mesmas mazelas e dificuldades.
Companhia: Egnalos Airam | Direção: Solange Rodrigues | Autoria de texto: Alexandre França | Elenco: Eliane Pedroso e Muhammad El Chab
Duração: 42 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 20.

A anta de Copacabana
Drama | Cia. do Abração Espaço de Arte e Cultura, 19h30
O texto fala sobre o surto. Como uma criança, a loucura quebra regras, convenções e revela a estúpida hipocrisia do cotidiano. Obcecado pelo tão carismático bairro do Rio, aprisionado em sua existência, o morador vive um emaranhado de lembranças e divagações à espera de um sinal que o liberte. Um universo assustador e mágico. Metáfora sobre nossas prisões. Comentário poético sobre o apego que é viver.
Companhia: Cia. Portátil. | Direção: Rafael Camargo | Autoria de texto: Rafael Camargo | Elenco: Adriano Petermann.
Duração: 50 min | Rio de Janeiro / RJ | Valor: R$ 30.

Extraordinário Cotidiano
Contemporâneo/Pós Moderno | Teatro Novelas Curitibanas, 18h e 21h
Contemplada com o Prêmio Myriam Muniz, a montagem é um recorte da obra de Veronica Stigger. Situações tragicômicas propõem uma realidade tão extraordinária a ponto de parecerem irreais. O objetivo é conduzir o público a uma experiência intensa e surpreendente de dramaturgia.
Companhia: Súbita Companhia de Teatro | Direção: Maira Lour | Autoria de texto: Veronica Stigger | Elenco: Alexandre Zampier, Francis Severino, Janaina Matter e João Filho.
Duração: 60 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 20.

SET: o conto da peça
Experimental | Praça Santos Andrade, 19h
Um curta metragem é filmado no espetáculo. O roteiro da equipe novata de cinema conta a história de um ator que enlouquece e decide ir morar em frente à porta de um teatro, de onde, todos os dias, liga para uma pessoa diferente. Em suma, fusão das linguagens cênica e cinematográfica.
Companhia: Gene Insanno e Teatro Kaos | Direção: Alexandra Arakawa | Elenco: Ana Kailani, André Da Rocha, Anilia Francisca, Bruna Cassemiro, Eduardo Ibraim, Edward Fão, Gabriel Alves, Gabriel Leal, Gustavo Garcia, Leandro Mathiello, Leonardo Gall, Mohanna Malheiros, Paulo Rhasta, Poliana Pinheiro, Ricardo Bagge, Rodrigo Freitas e Sinara Rúbia
Duração: 60 min | Rio de Janeiro / RJ | Valor: grátis.

Tchekhov
Aventura | Ave Lola Espaço de Criação, 19h
O espetáculo se desenvolve em dois atos. No primeiro retrata-se a saga de Aniuta, personagem do conto homônimo de Tchekhov. A jovem cigana, ameaçada, foge para Moscou e é acolhida por um estudante de medicina. No segundo ato mostra-se a efervescência da Rússia do final do século XIX. Os encenadores Dantchenko e Stanislavski travam uma incansável busca por novos caminhos para a encenação teatral. Provocados pela dramaturgia de Anton Tchekhov, os criadores do Teatro de Arte de Moscou geraram mudanças que reverberam e influenciam o teatro até os dias de hoje.
Companhia: Ave Lola Espaço de Criação | Direção: Ana Rosa Tezza | Autoria de texto: Ana Rosa Tezza | Elenco: Evandro Santiago, Fabricio Ferreira Do Amaral, Helena Tezza, Janine De Campos, Marcelo Rodrigues, Mateus Ferrari, Regina Bastos, Tatiana Dias, Val Salles e Vida Santos
Duração: 120 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 60.

Um rosto que espreme
Drama | Teatro José Maria Santos, 19h
Uma mulher inserida numa estrutura familiar convencional: marido, filhos, condomínio de luxo, notícias cotidianas. Algo tão reconhecível e convencional representado de forma que transborde suspense, horror e sexualidade. A atmosfera é de tensão, o humor é negro e a proximidade com a nossa realidade é assombrosa.
Companhia: A Armadilha Cia. de Teatro | Direção: Diego Fortes | Autoria de texto: Ana Johann | Elenco: Débora Vecchi, Hannah Lacerda, Kelly Eshima, Olívia D’agnoluzzo e Scheila Foltran
Duração: 50 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 10.

Ceda da obra de Fortes com A Armadilha Cia.

Angústia
Drama | TEUNI – Teatro Experimental da UFPR, 20h
A partir do conto homônimo de Anton Tchekhov, o espetáculo apresenta dois seres, Iona Potapov e Seu Rocim. Um Homem e um Cavalo. Na cena, estão fincados no chão, cobertos pela neve que os paralisam, à espera de passageiros que possam lhe render algum dinheiro para matar a fome.
Companhia: Mênades & Sátiros Cia. de Teatro | Direção: Denilson Biguete | Autoria de texto: Anton Tchekhov | Elenco: Marcus Andrade e Thiago Cardoso.
Duração: 60 min | Presidente Prudente / SP | Valor: R$ 20.

Devastidão
Experimental | Teatro Sesi Portão, 20h
Vemos a vida de uma personagem se estilhaçar por conta de acontecimentos na infância e seus reflexos na vida adulta. Esta situação a persegue, levando-a as últimas consequências de uma existência atormentada. Drama revelado de maneira subjetiva, fragmentada e crua.
Direção: David Mafra e supervisão de Roberto Alvim. Elenco: Joseane Martinez, Marcilene Moraes e Sergio Penna Laskowski.
Duração: não informada. | Curitiba / PR | Valor: R$ 20.

Duas criaturas gritando no palco
Comédia Dramática | Casa Hoffmann, 21h
A peça é marcada pelo experimentalismo e humor desconcertante de dois homens que se encontram para um duelo, além de ser uma estreia nacional de um texto inédito de Manoel Carlos Karam. O espetáculo traz um humor inteligente e proximidade com o espectador. Ninguém é iludido.
Companhia: cambutadefedapada | Direção: Gabriel Gorosito | Autoria de texto: Manoel Carlos Karam | Elenco: André Coelho e Moa Leal
Duração: 50 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 20,00

Não vejo Moscou da janela do meu quarto
Sem gênero | Teatro Cena Hum, 22h
Espetáculo nascido do desejo de aproximar dois universos textuais: a dramaturgia de As três irmãs, de Tchekhov, e a narrativa literária de Casa tomada, de Julio Cortázar. De um lado, o clássico do autor russo, no qual quatro irmãos vivem na província um processo de paulatino isolamento e o consequente esvaziamento de suas esperanças; de outro, o conto do argentino, no qual dois irmãos vão sendo gradativamente despejados de sua casa, empurrados por uma força indefinida e inescapável.
Direção: Silvana Garcia | Elenco: Leonardo Devitto, Maria Tuca Fanchin e Sol Faganello
Duração: 70 min | São Paulo / SP | Valor: R$ 30.

.:. Mais informações no site do Festival de Teatro de Curitiba, aqui.

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados