Menu

Assine nossa newsletter

Nota

Vigília questiona pressão sobre os territórios artísticos-culturais

5.9.2014  |  por Teatrojornal

O Núcleo Bartolomeu de Depoimentos organiza a partir das 18h desta sexta-feira (5) o que define como uma vigília-manifesto de 12 horas envolvendo cerca de 30 artistas nos campos da dança, música, poesia, teatro e artes gráficas, além de professores, intelectuais e arte-ativistas. A entrada é franca.

A jornada é mais uma das ações em torno do manifesto em defesa de território artístico-cultural (A Arte de sediar existência), publicado no mês passado. O documento expõe a pressão da especulação imobiliária sobre os espaços teatrais da cidade.

Roberta, Luaa, Eugênio e Claudia, do Bartolomeu


Programação
:

18h – Miguel Chaia (aula pública) – Arte e política

19h – DJ Eugênio Lima (aula pública) – Música e política

20h – Tica Lemos (aula pública ) – Corpo e política

21h – Zap Slam (encontro literário e performativo)

23h – Vinícius Piedade – Carta de um pirata

24h30 – Banda Hamlet

2h – Jam Manifesto – Núcleo Bartolomeu e convidados – Pipo Pegoraro, Lurdes da Luz, Discípulos do Ritmo, Xênia França, Cassio Martins, Martin Eikmeier, Rafão Alaafin, Dani Nega, Filipe Vedolin, Zinho Trindade, Duguetto Shabazz, Lucas Cirilo, Daniel Laino, Flavio Falcone, Maia Gokngora e MCs convidados

4h – DJs convidados

6h – Poema de encerramento, artistas convidados, Guilherme Isnard, ensaio fotográfico Reminiscências palestinas.

Serviço:
Vigília-manifesto do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos
Quando: dias 5 e 6/9 (sex. e sáb.), das 18h às 6h.
Quanto: Entrada franca (apoio da Usina Sonora).
Onde: Rua Dr. Augusto de Miranda, 786, Vila Pompeia, tel. 11 3803-9396)

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados