Menu

Assine nossa newsletter

Reportagem

Feverestival encorpado

30.1.2015  |  por Teatrojornal

Foto de capa: Divulgação

O grupo paulistano de circo e teatro La Mínima abre no sábado, 31/1, a 11ª edição do Feverestival – Festival Internacional de Teatro de Campinas. A apresentação da comédia Mistero Bufo, texto do italiano Dario Fo que vê eventos bíblicos à luz dos mistérios medievais, ou seja, sob a ótica popular, está programada para 20h na Concha Acústica do Parque Taquaral.

Na véspera, sexta-feira, 30/1, a ação artística Invasão urbana ocupa 11 locais da cidade para anunciar o Feverestival, levando intervenções poéticas, dança, circo e música a terminais urbanos, rodoviária e aeroporto.
Serão duas semanas de atividades, até 13/2, compreendendo 16 espetáculos, dentre eles dois internacionais: Lady Macbeth, da companhia Via Rosse Teatro (Itália), releitura da personagem de Shakespeare que sobrevive após convencer o marido general a usurpar o trono sujando as mãos de sangue, com direção de Sabine Uitz; e Equilibrando sonhos, do núcleo Espuma Bruma (Argentina), solo sobre uma mulher confrontada com perda, solidão e desilusões, uma interpretação de Celeste Zalloechevarria com direção de João Carlos Alves.

Duas criações estrangeiras celebram suas estreias no festival. O ator Toumani Kouyate (Burkina Faso) conta a história Rainhas da África, em que devota ancestralidade às mulheres, mães de todos. A coprodução Púpik (umbigo, em hebraico) embaralha questionamentos ancestrais e contemporâneos na parceria das atrizes Naomi Silman, de ascendência inglesa, do Lume Teatro, com a israelense radicada na Inglaterra Yael Karavan.

Naomi Silman e Yael Karavan em 'Púlpik'Arthur Amaral

Naomi Silman e Yael Karavan em ‘Púpik’

Também foram escaladas para a jornada cênica em Campinas as peças Mundomudo, da Cia. Azul Celeste (São José do Rio Preto); Spathódea, com Silvia Leblon (São Paulo); Exilius, Grupo Matula (Campinas); Por Elise, Grupo Espanca! (Belo Horizonte); É só uma formalidade, Grupo Quatroloscinco Teatro do Comum (Belo Horizonte); Conversas com meu pai, com Janaína Leite (São Paulo); BR-Trans, com Silvero Pereira (Fortaleza); Después, Núcleo Fuga (Campinas); Grand circo internazionale – E a saga dos heróis desconhecidos, Grupo Zibaldone (Ribeirão Preto); Ao cair do céu, Trupe Caiu do Céu (Campinas-SP); Júlia, Grupo Cirquinho do Revirado (Criciúma); Sacy Pererê: a lenda da meia noite, Cia. de Teatro Lumbra (Porto Alegre); A volta ao mundo em 80 dias, Grupo Solas de Vento (São Paulo/SP); e Expresso Caracol, Cia dos Pés (São José do Rio Preto).

Consta ainda, entre atividades formativas, performance e mostra universitária, a tradicional Clownferência no domingo, 1º/2, às 18h, na Arena Sesc Campinas, que dessa vez reúne palhaços que expandiram horizontes e se apresentaram em situações-limites como zonas de guerras e hospitais. Gente como Esio Magalhães, Priscila Bichuette Jácomo, Paulo Cesar Gomes Martins, Paola Musatti, Andrea Macera, Arthur Toyoshima, Aline Moreno, Lívia Figueira, Júlia Barnabe e Tamires Dias.

Serviço:
Onde: Sesc Campinas (Rua Dom José I, 270/333, Bonfim), Teatro Municipal José de Castro Mendes (Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial); Centro Cultural Casarão (Rua Maria Sampaio Reginato, s/n, Terras do Barão – Km 15); Teatro Maria Monteiro (Rua Dom Gilberto Pereira Lopes, s/nº, Vila Padre Anchieta) e mais 18 espaços de Campinas, incluindo salas, praças, ruas, aeroporto e terminais rodoviários.
Quando: De 31/1 a 13/2
Quanto: grátis ou de R$ 5 a R$ 17

.:. A programação completa no blog do Feverestival, aqui.

Jorge Vermelho e Henrique Nerys em 'Mundomudo'Paulo Brazyl

Jorge Vermelho e Henrique Nerys em ‘Mundomudo’

Ficha técnica:
Direção de produção: Cynthia Margareth
Coordenação produção executiva: Cristiane Taguchi, Erika Cunha e Mariella Siqueira
Coordenação financeira/administrativo: Giselle Bastos
Coordenação técnica: Eduardo Albergaria e Daniel Salvi
Coordenação logística: Margarida Sequeira
Relações internacionais e assessoria administrativa: Pedro de Freitas
Curadoria: Camilo Scandolara, Vinícius Torres Machado e Joice Lima.
Curadoria contação de histórias e coordenação Noite de Contos: Isis Madi
Curadoria e coordenação Clownferência: Joice Lima
Coordenação Trueque: Joice Lima (Feverestival) e Ricardo Puccetti (Lume Teatro)
Equipe de produção: Andrea Desiderio, Quesia Botelho, Marana Delboni, Isabela Basso, Gustavo Valezi, Renan Souza e Renan Villella
Secretaria de produção: Gabriela de Paula
Equipe técnica: Bruno Garcia, Érico Damineli, Maria Emília Cunha, Francisco Barganian e Luis Carlos Nem
Oficina técnica: Francisco Barganian
Equipe logística: Luiza Moreira Salles, Dante Paccola e André Moraes
Designer gráfico e web design: Bruno Cardoso e Laura Françozo
Assessoria de imprensa: Maria Claudia Miguel (Cacau)
Equipe acessibilidade e ação Comunitária: Mariella Siqueira e Quesia Botelho
Equipe comunicação: Bruno Cardoso, Renan Souza e Quesia Botelho.
Equipe registro audiovisual: Maycon Soldan, Kaian Ciasca, Ericson Cunha e Laura Françozo.
Realização Núcleo Feverestival: Cynthia Margareth, Cristiane Taguchi, Erika Cunha e Mariella Siqueira
Parcerias: Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Campinas, Sesc, Unicamp.
Apoio: Secretaria de Acessibilidade, Almanaque Café, Bagdá Cozinha Árabe, Casa São Jorge, Café e Padaria Barão Francês, Chica da Pizza, Chopp do Fritz – Barão Geraldo, Entremanos Bar e Restaurante, Raízes Zen Alimentos Vegetarianos, Andanças Gourmet Bar e Restaurante, Bar do Jair, Panetteria di Capri, Canto do Acarajé, Valise de Cronópio, Banca Central, Borda Brasil, Echos Studio Bar, La Terrine Confort Food, Praça do Coco, Varanda da Vila, Vitalidade Restaurante e Café.

Quer receber mais artigos como este? Então deixe seu e-mail:

Relacionados