Menu

Autoria

Julia Guimarães é pesquisadora, crítica teatral e jornalista. Doutoranda em Artes Cênicas pela USP, mestre em Artes Cênicas pela UFMG, graduada em jornalismo pela PUC-MG e com formação técnica em teatro pelo CEFART-MG, Palácio das Artes. É coeditora do site Horizonte da Cena (MG) e da revista Aspas (PPGAC/ECA/USP). Integra a DocumentaCena – Plataforma de Crítica e é membro da Associação Internacional de Críticos de Teatro, AICT-IACT (www.aict-iatc.org), filiada à Unesco. Tem entrevistas e artigos publicados em revistas como Sala Preta (ECA-USP), Pós (EBA/UFMG) e Urdimento (UDESC/SC). Foi repórter e crítica teatral dos jornais O Tempo e Pampulha (MG).

Crítica

Foto: Gadi Dagon

A dimensão processual da dança e da violência

27 de maio 2015 |
por Julia Guimarães • Madri/São Paulo

Em Bruxelas

Em 2007, uma associação israelense pelos direitos humanos, a B’Tselem, começou a fornecer câmeras de vídeo a palestinos que habitavam territórios ocupados ilegalmente por colonos e militares de Israel. Através dela, eles poderiam filmar os insultos a que eram submetidos em seu cotidiano e usar os registros para identificar e punir os responsáveis. Leia mais

Crítica

Foto: Els De Nil

Entre o jogo e a espetacularização da cena

20 de maio 2015 |
por Julia Guimarães • Madri/São Paulo

Em Bruxelas, com Verônica Veloso*

A despeito do pequeno território que possui, quando comparada a alguns de seus países vizinhos, a Bélgica é conhecida por abrigar atualmente um dos panoramas mais inventivos do teatro e da dança. O gosto pela renovação reverbera também em seu mais importante festival cênico, o Kunstenfestivaldesarts (KFDA), que chega neste mês à 20ª edição (8 a 30 de maio), com aposta em trabalhos ao mesmo tempo políticos e esteticamente radicais. Leia mais

Crítica

Foto: Jörg Baumann

Uma aproximação tátil ao contexto bélico

06 de março 2015 |
por Julia Guimarães • Madri/São Paulo

Quem acompanhou a temporada do espetáculo Remote SP, apresentado nos arredores do Sesc Belenzinho há pouco mais de um ano, teve uma amostra dos inventivos dispositivos cênicos que o coletivo suíço-alemão Rimini Protokoll costuma criar para suas obras. Leia mais

Crítica

Foto: Otávio Dantas

Entre os escombros da criação

23 de abril 2014 |
por Julia Guimarães • Madri/São Paulo

Se nas últimas décadas os debates acerca do teatro pós-dramático ocuparam lugar central na reflexão sobre a cena contemporânea, atualmente, uma prática que vem sendo cada vez mais explorada e discutida nesse mesmo contexto diz respeito aos complexos imbricamentos entre o real e o ficcional presentes em espetáculos atuais. A despeito dos perigos de modismo, o fato é que essa estratégia cênica tem se mostrado potente em suas várias formas de aparição, criando novas perguntas aos artistas e espectadores que compartilham o acontecimento cênico nos últimos anos. Leia mais

Desenvolvido por: Reppublica