O ano Bob Wilson no Brasil

escrito por vals em 19 de março de 2012 – 11:17 -


Vem aí uma sequência de criações de Bob Wilson no país, com passagens confirmadas por São Paulo e Porto Alegre.

De 14 a 20 de abril ele apresenta no Sesc Belenzinho o solo A última gravação de Krapp (2009), atuando como o velho septuagenário de Samuel Beckett a reboboniar seu passado – mesma idade do artista norte-americano. Escrevi aqui quando assisti em Bogotá, em 2010. Read more »

Subscribe to my RSS feed

Representação brasileira premiada em Praga

escrito por vals em 21 de junho de 2011 – 2:22 -

Cena do espetáculo do Teatro da Vertigem destacado em Praga

O Brasil recebeu nesta segunda-feira, 20, a Triga de Ouro, a distinção mais importante da Quadrienal de Praga: Espaço e Design Cênico, a PQ11, que se estende até dia 26 na capital da República Tcheca. É a segunda vez que o país é premiado como a melhor representação. A primeira foi em 1995. A Triga de Ouro é uma estatueta que simboliza uma carruagem romana puxada por três cavalos.
Realizada a cada quatro anos no país do leste europeu, a PQ constitui evento internacional de proa em sua área. Reúne trabalhos contemporâneos numa variedade de disciplinas e gêneros do design da performance. São figurinos, palco, espaços não-convencionais, iluminação, sonoplastia, e arquitetura teatral para dança, ópera, teatro, site specific, performances multimidiáticas, artes performáticas, etc. Read more »

Subscribe to my RSS feed

Os esquisitos “exquisitos” Grumildos

escrito por vals em 9 de setembro de 2010 – 18:43 -

A figura da Tia na instalação Los grumildos, criação da artista peruana Ety Fefer que já circulou pela Europa - foto: Diego Alvarado

Em criança, Ety Fefer observava seu pai criando garatujas ou desenhos nas toalhas de papel que forravam as mesas em restaurantes. Aqueles traços soltos esboçavam rostos, troncos, membros disformes, seres que o imaginário da filha judia logo batizou de Los grumildos. Mais de três décadas depois, a artista peruana olha para trás e vê como sublimou seus monstros interiores – e fez espelhar os nossos – em bonecos moldados em plasticina (matéria plástica constituída principalmente por argila), movimentados por fios de nylon acoplados a engenhocas mecânicas tão rústicas e artesanais como a fisionomia e a aura singulares desses habitantes de um mundo em miniatura, uma cenografia barroca sob penumbra, neon e luzinhas coloridas. Read more »

Subscribe to my RSS feed