Poa em Cena – Amar

escrito por vals em 18 de setembro de 2011 – 17:02 -

Atrizes de Amar, texto e direção do argentino CatalánO título é Amar, mas os sentidos que o verbo revela o autor e diretor Alejandro Catalán prefere ocultar. Mergulhado o tempo todo em penumbra, o espetáculo escapa desesperadamente à armadilha dos códigos sentimentais para sustentar-se nas tramas da linguagem. O ator é veículo absoluto na operação de luz rarefeita, na presença oculta jogada às claras com o espectador, na manipulação artesanal ainda dos objetos, adereços e do som. Expor os procedimentos confere uma noção totalizadora ao encontro ao vivo, sublima distanciamento ao público.
Três homens, três mulheres, três casais. Seus históricos afetivos são fragmentados durante o encontro noturno, jornada de uma festa num balneário com direito a pista de dança, jardim, praia logo adiante. Read more »

Subscribe to my RSS feed

Para Antônio Araújo, Ostermeier traz Ibsen ao século XXI

escrito por vals em 20 de abril de 2011 – 11:23 -

Cena de Os espectros, direção de Ostermeier que Araújo comenta

Recém-concluído o período de workshops para o novo espetáculo do Teatro da Vertigem, que investiga o universo multicultural do bairro do Bom Retiro, em São Paulo – o escritor Joca Reiner Terron se debruça sobre uma primeira versão da dramaturgia até junho -, o diretor Antônio Araújo passa este abril e parte de maio na Universidade de Amsterdã, onde ministra um curso de oito semanas sobre Performance Urbana num programa de mestrado internacional. Ele aproveita a estada na capital holandesa para ir ao teatro. No último final de semana, foi ao espaço do Toneelgroep Amsterdam para conferir o terceiro Ibsen por Ostermeier em seu currículo de espectador. Os espectros, em cartaz até o final deste mês, vem somar-se à memória de Nora (2002), a versão do diretor alemão para Casa de Bonecas, e de Hedda Gabler (2005). Read more »

Subscribe to my RSS feed