A proliferação do teatro de grupo

escrito por vals em 9 de outubro de 2012 – 10:48 -

(breve artigo originalmente publicado na revista Bravo! deste mês, sob mote dos ‘Fatos mais relevantes da cultura brasileira nos últimos 15 anos’)

O teatro brasileiro viu crescer nos últimos 15 anos os espetáculos criados e produzidos em grupo. Isso evidencia uma admirável disposição dos artistas para a pesquisa permanente de conteúdos e formas de expressão. Em geral, o teatro de grupo possui ambições diferentes daquele com elencos avulsos, arregimentados por um diretor ou produtor, que prioriza o entretenimento convencional e a casa cheia.

Há três décadas coordenando o Centro de Pesquisa Teatral no Sesc-SP, o diretor Antunes Filho figura entre os precursores dessa tendência, que seduz cada vez mais a crítica e o público. Hoje, o fenômeno dos coletivos se espalha não só por São Paulo, onde se destaca o Teatro da Vertigem, mas também por cidades como Rio de Janeiro (Companhia dos Atores), Belo Horizonte (Galpão), Porto Alegre (Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz), Curitiba (Companhia Brasileira de Teatro) e Campinas (Lume). Read more »

Subscribe to my RSS feed

Residência artística ganha espaço

escrito por vals em 20 de maio de 2010 – 17:06 -

Barco de gelo - experimento do XIX com Espanca!

Cena do experimento Barco de gelo, embrião do futuro espetáculo com grupo XIX de Teatro e Espanca! >> Foto: Adalberto Lima/Divulgação/EM

Mais comum no campo das artes visuais, disseminada desde os anos 1980 no exterior e no Brasil, o conceito de residência artística ganha mais espaço na produção teatral brasileira. Dois editais com inscrições abertas capturam esse espírito de teatro de grupo – iniciativas pública e privada – ao valorizar a criação em processo e desviar da fixação pelo resultado. Esse pressuposto de partida sinaliza mudanças de paradigma também lá na outra ponta, a recepção. Read more »

Subscribe to my RSS feed