Menu

Folha de S.Paulo

Teatro aproxima Brasil e Itália

26.11.2007  |  por Valmir Santos

São Paulo, segunda-feira, 26 de novembro de 2007

TEATRO 

Evento gratuito realizado pela Folha e pelo teatro Augusta discute produção atual nos dois países
 

Debate “Da Encenação à Realidade” reúne hoje, em São Paulo, curador artístico italiano Michele Panella e três especialistas brasileiros

VALMIR SANTOS
Da Reportagem Local 

A dramaturgia contemporânea da Itália, um país de autores clássicos como Carlo Goldoni e Luigi Pirandello, finalmente deu um salto no final dos anos 90. Até então, era difícil identificar consistência no experimento de novos caminhos para a escrita teatral. 

A avaliação é de Michele Panella, 35, curador artístico do teatro Della Limonaia (Florença), que participa hoje em São Paulo da mesa-redonda “Da Encenação à Realidade – Intercâmbio Cultural Brasil-Itália”, no teatro Augusta. 

“Pode-se falar de um renascimento da dramaturgia italiana a partir da década passada, sobretudo em conseqüência da União Européia, que fortaleceu os intercâmbios”, diz Panella. 

Ele traçará um panorama da cena atual de seu país em encontro com a pesquisadora Neyde Veneziano (Unicamp), especializada em teatro italiano; a diretora Débora Dubois, que participou de projeto no Della Limonaia há cerca de três anos; e o crítico daFolha Sérgio Salvia Coelho, que situará a produção brasileira recente. A mediação será feita pela atriz Inês Aranha. 

O evento gratuito marca os cinco anos da Associação Cultural Augusta. Panella vem ao Brasil por meio da parceria do teatro Augusta com a Folha. 

Ele destaca três autores da nova safra: Letizia Russo (1980), Fausto Paravidino (1976) e Spiro Scimone (1964). “Essa geração pratica um realismo muito particular. É um tipo de estrutura de texto que surge da fala cotidiana”, diz. 

Desde o final dos anos 80, o Della Limonaia realiza o festival Intercity, uma ponte com autores de outros países. Em 2004, o Brasil marcou presença com a encenação de textos do cearense Marcos Barbosa e do paulista Aimar Labaki. “Em geral, esses brasileiros alcançam linguagem universal a partir de realidades locais e histórias de intimismo”, afirma. A abertura e o final do encontro terão apresentação musical de Andréa Kaiser e Rosana Civile, ao piano.



Da encenção à realidade – Intercâmbio Cultural Brasil-Itália 
Quando: hoje, às 20h 
Onde: teatro Augusta (r. Augusta, 943, tel. 0/xx/11/ 3151-4141) 
Quanto: entrada franca
 

Jornalista e crítico fundador do site Teatrojornal – Leituras de Cena, em 2010. Escreveu em publicações como Folha de S.Paulo, Valor Econômico, Bravo! e O Diário, de Mogi das Cruzes. Autor de livros ou capítulos no campo teatral. Colaborador em curadorias ou consultorias para mostras, festivais ou enciclopédias. Doutorando em artes cênicas pela Universidade de São Paulo, onde cursou mestrado na mesma área.

Relacionados