Menu

contracena

A coragem e a arte do teatro de rua transformam a paisagem urbana [reportagem]

16.3.2010  |  por Valmir Santos

Reportagem especial para a Revista Cavalo Louco, publicação dos gaúchos do Ói Nóis Aqui Traveiz, edição do final de 2009. Um recorte da produção de teatro de rua no Brasil dos anos 2000, nem tanto à rima e nem tanto ao ruído. Foram entrevistados o diretor André Carreira, pesquisador da Universidade do Estado de Santa Catarina; a atriz Tânia Farias, integerante da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, grupo com mais de três décadas de atuação em Porto Alegre; e o ator Eduardo Moreira, do Grupo Gapão, cujo berço foram as praças do centro de Belo Horizonte, em 1982.

Jornalista e crítico fundador do site Teatrojornal – Leituras de Cena, que edita desde 2010. Escreveu em publicações como Folha de S.Paulo, Valor Econômico, Bravo! e O Diário, de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Autor de livros ou capítulos, além de colaborador em curadorias ou consultorias para mostras, festivais ou enciclopédias. Cursa doutorado em artes cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, onde fez mestrado na mesma área.

Relacionados