Menu

Publicações com a tag:

“Rafael Spregelburd"

Assine nossa newsletter

Publicações com a tag:

“Rafael Spregelburd"

Reportagem

Como todo outubro em São Paulo, a Mostra Internacional de Cinema reserva interfaces com as artes cênicas em seu vasto panorama global. Pela primeira vez as exibições serão em ambiente online, uma plataforma própria, ou em espaços drive-in. Em 2009 o festival foi dos pioneiros ao levar parte do conteúdo para a internet, mas a escala atual muda paradigmas sem precedentes sob pandemia viral.

Dentre os 198 filmes desta 44ª edição, de 22 de outubro a 4 de novembro, relacionamos títulos que envolvem direta ou indiretamente aspectos do circo, da performance e do teatro. Há transposição de peça, cinebiografia, atriz assinando longa-metragem, teatrólogo se indagando sobre como agir politicamente nos dias de hoje, atores de grupo no elenco de uma obra ou outra, palhaço encantando a adolescência no sertão, enfim, experiências que guardam algum atravessamento com as artes da presença. Seja nas películas, seja no percurso de seus artistas.

Leia mais

Nota

O argentino Rafael Spregelburd e a mineira Grace Passô abrem na segunda-feira (8), às 20h, o 6º Ciclo do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council. Eles protagonizam a mesa-redonda “O papel da memória na dramaturgia contemporânea”, sob mediação do jornalista e crítico Gustavo Fioratti, colaborador da Folha de S.Paulo. Leia mais

Nota

Sugerimos os seguintes espetáculos em cartaz na programação deste domingo da mostra paralela Fringe, ordenados por horário e segundo os dados da organização do Festival de Teatro de Curitiba.
Leia mais

Reportagem

O Festival de Teatro apresenta duas estreias na noite deste domingo. Sexo, drogas e rock’n’roll traz Bruno Mazzeo em seis facetas diferentes, num monólogo que promete muita verve em cena. Havia poucos ingressos disponíveis até o fechamento desta edição.

A outra é do argentino – e pop star teatral – Rafael Spregelburd. Spam é sua segunda colaboração com o cunhado, o músico Zpyce, que cria instrumentos a partir de sucata industrial. A obra, um monólogo de Spregelburd recheado com muita música, no que ele chama de “ópera falada”, procura inverter as noções do que é real ou virtual. Leia mais

Reportagem

Com um recorde de 39 peças na mostra principal deste Festival de Teatro, muita gente enfrenta momentos de pânico diante da bilheteria. A escolha muitas vezes se dá pelo título ou pelos atores em cena. Para uma experiência mais informada, o ator e diretor teatral Fernando Klug sugere procurar na internet críticas e vídeos com trechos do espetáculo que houver despertado interesse. “Críticas, e não matérias de divulgação”, alerta. Ele e outros cinco artistas contam nesta página aquilo a que pretendem assistir de 26 de março a 6 de abril, período em que o festival realiza sua 23.ª edição. Leia mais