Menu

Folha de S.Paulo

Peça mistura paladar e filosofia

27.1.2007  |  por Valmir Santos

São Paulo, sábado, 27 de janeiro de 2007

TEATRO 

VALMIR SANTOS 
Da Reportagem Local 

Um risoto pode levar cerca de 20 minutos para ficar pronto, em fogo moderado. Um assado, duas horas ao forno. Como na vida, “a comida sempre tem seu tempo”, diz uma das duas irmãs protagonistas de “Convite para Jantar”, espetáculo do grupo Barracão Cultural que estréia hoje no teatro Fábrica São Paulo. 

Um das personagens concebe a preparação do jantar como uma festa. Enquanto uma ignora o relógio, a outra vasculha “aquele lugar entre o meu ontem e o seu amanhã”. 
Filosofia e literatura alimentam a história. 

Eloisa Elena e Julia Ianina contracenam em meio ao arroz, ao frango e à cebola, enfim, cozinham em tempo real a “galinhada” servida a alguns espectadores no final. Elas co-dirigem a peça com Anie Welter. O espaço cênico sugere uma cozinha e quer reforçar aspectos sensoriais por meio de fogo, sons, cheiros e velas, entre outros elementos. 



Convite para jantar
Quando: estréia hoje, às 19h; sáb., às 19h, e dom., às 18h; até 1/4 
Onde: teatro Fábrica São Paulo – porão (r. da Consolação, 1.623, tel. 3255-5922) 
Quanto: R$ 20

Jornalista e crítico fundador do site Teatrojornal – Leituras de Cena, que edita desde 2010. Escreveu em publicações como Folha de S.Paulo, Valor Econômico, Bravo! e O Diário, de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Autor de livros ou capítulos, além de colaborador em curadorias ou consultorias para mostras, festivais ou enciclopédias. Cursa doutorado em artes cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, onde fez mestrado na mesma área.

Relacionados