Menu

Publicações com a tag:

“Cássio Pires"

Assine nossa newsletter

Publicações com a tag:

“Cássio Pires"

Crítica

O que é felicidade para você? Para o anti-heroi de O capote, marco da literatura russa do século XIX escrito por Nikolai Gógol, é um sentimento primitivo, que antecede a formação da sociedade. Leia mais

Reportagem

A afinidade entre um intérprete e determinado personagem tem servido, ao longo dos anos, como motor de criação de incontáveis encenações. Há quem sonhe em ser Hamlet, Medeia, Édipo, Lady Macbeth. Leia mais

Nota

Não é um grupo de teatro, mas de autores. O Centro de Dramaturgia Contemporânea (CDC) acaba de lançar a série Palavras para teatro – sete vezes dramaturgia, coleção da editora Patuá composta por igual número de livros com peças inéditas ou em processos de montagem assinadas por Denio Maués (Escandinavos, Em caso de emergência quebre o vidro e Espera); Drika Nery (Um sol cravado no céu da boa e Esboço para uma quase paisagem); Fabio Brandi Torres (A chance de uma bola de neve no inferno e Da natureza de fronhas e lençóis); Luis Eduardo de Sousa (Ás de copas e Pretérito imperfeito); Luís Indriunas (Eik tu, o que é que aconteceu e Um coração real); Marcos Gomes (Luz fria); e Paula Autran (Nos países de nomes impronunciáveis). Todos vinculados ao CDC. Leia mais

Nota

O ator Eduardo Okamoto fez no último fim de semana (5 e 6/9), no Sesc Campinas, a pré-estreia do solo Oe, inspirado na obra de um dos mais populares romancistas do Japão, Kenzaburo Oe (Prêmio Nobel de Literatura em 1994). Sob direção de Marcio Aurelio e dramaturgia de Cássio Pires, trata-se de mergulho no vasto universo do escritor, estabelecendo relações entre a literatura de Oe e a cena propriamente dita, com destaque para o romance Jovens de um novo tempo, despertai!. Leia mais

Crítica

O sensacionalismo das tardes televisivas é pouco preocupado com a verdade. Mesmo quando apela ao tom documental de uma perseguição policial, ao vivo, o apresentador frequentemente enxerga mais do que o câmara e o piloto do helicóptero ao relatar os fatos do estúdio. A natureza espetacular ruge. Em casa, o telespectador interpreta o que vê ou escuta. Ou simplesmente se abstém, deixa-se levar. Esse prólogo desponta por causa do espetáculo Verbo, em que um aparelho de televisão catalisa o cenário de uma sala de estar, ora desligado ora em canal fora do ar, com seus chuviscos em cascata. Leia mais

Nota

O Teatrojornal – Leitiuras de cena sugere ao internauta e espectador os seguintes espetáculos em cartaz na programação de hoje, ordenado por horário, conforme sinopse e dados da organização da mostra paralela Fringe no Festival de Teatro de Curitiba:

Gafanhoto
Drama | Mini-Guaíra – Aud. Glauco Flores de Sá Britto, 16h
Em uma casa de campo, um doente terminal recebe os cuidados de sua esposa. Um invasor entra na casa, violenta e mata a mulher diante do olhar do homem indefeso e inerte. A ação é vista sob as diversas camadas de sexualidade, prazer e violência. A experiência da destruição trazida por uma nuvem de gafanhotos.
Companhia: FALA Companhia de Teatro | Direção: Don Correa | Autoria de texto: Paulo Zwolinski | Elenco: Eduardo Ramos, Maíra De Aviz, Sávio Malheiros
Duração: 40 min | Curitiba / PR | Valor: R$ 10,00

Um pequeno animal selvagem
Drama | TEUNI – Teatro Experimental da UFPR(0), 17h
Seca, direta e ágil, a peça abre discussões de temas sensíveis e humanos, entre eles, a justiça social feita pelas próprias mãos. Qual será o futuro de nossos adloescentes, diante à corrupção clara e estampada nos meios sociais que os cercam?
Companhia: Os Cogitadores Cia de Teatro | Direção: Ricardo Matioli | Autoria de texto: Zeno Wilde | Elenco: Alison Bernardes , Giovani Milani, Lawrence Garcia , Matheus Leonel
Duração: 60 min | São José do Rio Preto / SP | Valor: R$ 20,00

Verbo
Monólogo | Mini-Guaíra – Aud. Glauco Flores de Sá Britto, 19h
Na sala de uma família de classe média, uma mulher narra e reconstitui, detalhadamente, os acontecimentos que se deram na noite em que descobriu a infidelidade de seu marido, relembrando as ações, o cenário e as imagens de um episódio de vida conjugal que levanta questionamentos sobre os limites de nossos juízos.
Companhia: Isso Não É um Grupo | Direção: Cássio Pires | Autoria de texto: Cássio Pires | Elenco: Michelle Gonçalves
Duração: 60 min | São Paulo / SP | Valor: R$ 10,00

Emiliano
Monólogo | Cia. do Abração – Sala Simone Pontes, 19h30
Um soldado, lutando numa guerra, conhece o amor de uma mulher. Lá também aprende com a sabedoria de um ancião e canta. Em suma, a viagem de uma vida inteira com os textos de Emiliano R. Fernandez, personagem paraguaio que cantou sua vida e suas experiências na guerra do Paraguai, na língua guarani.
Companhia: Fabio Chamorro | Direção: Edith Correa | Autoria de texto: Emiliano Fernandez | Elenco: Fabio Chamorro
Duração: 60 min | Asuncion / Asuncion / Paraguai | Valor: R$ 30,00

Solo paraguaio ‘Emiliano’, com Fabio Chamorro

Insone
Experimental | Sala Londrina, 20h
O espetáculo se utiliza das linguagens de teatro e dança para debruçar-se sobre os estados de sono e vigília do homem. Os sonhos, pesadelos e insônia, o homem contemporâneo entre a sua necessidade de descanso e repouso e as exigências de um mundo cada vez mais veloz, vertiginoso.
Companhia: Grupo Z | Direção: Carla Van Denbergen | Autoria de texto: Fernando Marques | Elenco: Alexsandra Bertoli, Daniel Boone, Ivna Messina, Luciano Rios
Duração: 60 min | Vitória / ES | Valor: a confirmar