Menu

Publicações com a tag:

“Helio Cicero"

Assine nossa newsletter

Publicações com a tag:

“Helio Cicero"

Reportagem

Uma das sete estreias nacionais previstas para o Festival de Teatro de Curitiba deste ano, Post scriptum é o novo espetáculo do dramaturgo e diretor Samir Yazbek. Atualmente em cartaz em São Paulo com uma remontagem de O fingidor – título que o revelou em 1999 e permanece como seu maior sucesso -, Yazbek trouxe à mostra paranaense um texto em que volta a explorar um tema que pontua seu percurso: sua origem de imigrante árabe. Leia mais

Entrevista

Cultuada como um dos novos talentos da dramaturgia inglesa, Moira Buffini alcançou notoriedade com Jantar. A peça, em cartaz em São Paulo sob direção de Mauro Baptista Vedia, introduz a obra desta autora no país. A trama apresenta um ritual de morte na qual uma mulher burguesa faz de seu último suspiro uma festa de comida, bebida e sarcasmo excessivos. Leia mais

Reportagem

Se, no início dos anos 2000, os musicais importados aportaram com força no Brasil, agora, uma década depois, parece ter chegado a hora de as comédias vindas de fora tomarem a cena nacional. Títulos cômicos que fizeram sucesso na Broadway – em Nova York – e no West End – em Londres – se tornam cada vez mais frequentes na cena nacional. Leia mais

Crítica

A inquietação do personagem do Escritor, em Fogo-fátuo, texto de Samir Yazbek e Helio Cicero, interpretado pelos autores, não se refere apenas a voltar a produzir – uma crise o paralisa há algum tempo. Liga-se também, naturalmente, a desejar escrever obras que o justifiquem e que lhe permitam sobreviver à morte, ao tempo escasso, aos limites do corpo. Se não fosse assim, não haveria por que solicitar uma entrevista a Mefisto, o demônio, sempre ávido por almas íntegras. Leia mais

Crítica

A obsessão é um traço comum aos grandes artistas. Em Fogo-fátuo, Samir Yazbek confessa a sua. Dono de projeto artístico centrado na condição de dramaturgo, ele lança – em coautoria com Helio Cicero – provocações aos pares do teatro e a todos que gravitam a arte e a cultura nos planos da criação, da produção e da recepção em tempos de hegemonia do entretenimento como fim e meio. Leia mais