Menu

Assine nossa newsletter

Crítica

Se o diálogo foi banido de muitas produções contemporâneas, Palhaços, espetáculo cujo tema é a própria arte, o retoma com saudosismo e faz dele seu centro nevrálgico. Leia mais

Crítica

Poucos artistas na cidade de Curitiba se permitem encenar textos de Paulo Leminski, e o Catatau, seu romance-monstro, assusta ainda mais. O experimentalismo da linguagem pede uma encenação também ousada, o que o diretor e compositor Octávio Camargo providenciou, mais textualmente do que nos demais recursos de seu Catatau – A justa razão aqui delira Leia mais

Reportagem

A importância que o encenador inglês Gordon Craig teve para a modernização visual do teatro está sendo resgatada pelo pesquisador Luiz Fernando Ramos com a tradução de sua obra, ainda sem data para lançamento. Leia mais

Crítica

Antes de mais nada, é fantástico sair de casa num domingo à noite, Curitiba, 17 graus, e encontrar várias outras pessoas pagantes desejosas por assistir a uma performance como Incêndio. Leia mais

Reportagem

A companhia Vigor Mortis aprofunda sua relação com as histórias em quadrinhos a partir da próxima sexta-feira (26/6) com a estreia de Lobos nas paredes, adaptação para o palco da obra de Neil Gaiman com desenhos de Dave Mckean. Leia mais

Crítica

Fala, Qorpo-Santo!

26.5.2015  |  por Helena Carnieri

É um sopro de ar fresco um espetáculo como Amanhã sou outro, com suas cenas contemporâneas, rápidas, criativas, bem ensaiadas. Bom teatro [como se viu na temporada de estreia em Curitiba e, agora, nas três apresentações no Itaú Cultural, em São Paulo, sempre gratuitas]. Leia mais

Crítica

Um homem de teatro como Tennessee Williams merecia um espetáculo sobre o próprio teatro, e é essa a toada de Rosa em preto e branco, que tem apresentações até domingo (24) no Teatro José Maria Santos, em Curitiba. Leia mais