Menu

Publicações com a tag:

“musical"

Assine nossa newsletter

Publicações com a tag:

“musical"

Crítica

Árido e real é o território em que o dramaturgo pernambucano Newton Moreno colheu os fios com os quais tramou as asas das mulheres rebeladas na fábula As cangaceiras, guerreiras do sertão, dirigida por Sergio Módena. Nesse musical que subverte o papel do feminino no cangaço, o rigor da pesquisa documental constrói uma plataforma segura para que a ficção voe alto sem descuidar do arsenal pesado de contradições sociais e humanas envolvido no fenômeno do surgimento de agrupamentos nômades de sertanejos armados, em parte da região Nordeste do país, em fins do século XIX e início do XX.

Leia mais

Entrevista

Se hoje os motes biográficos de grandes estrelas levam muita gente aos teatros do Brasil para ver musicais, nas décadas de 1960 e 1970, os temas políticos do país imerso na ditadura fizeram surgir nos palcos uma verdadeira revolução com essa linguagem cênica. Unindo texto, música e interpretação, artistas nacionais fizeram da cena um manifesto político. Leia mais

Reportagem

O espetáculo Sambra – 100 anos de samba, com Diogo Nogueira, que chega a Porto Alegre nos dias 16 e 17 de junho, confirma a capital como um dos destinos de musicais. Mas ainda são poucos os que chegam por aqui em relação ao pujante cenário em São Paulo e no Rio. Leia mais

Crítica

O pernambucano João Falcão fez sua versão da Ópera do malandro explorando a teatralidade dentro dos universos da malandragem e da prostituição, propostos por Chico Buarque de Holanda no texto escrito originalmente no final da década de 1970. A peça de João estreou em agosto do ano passado no Rio de Janeiro, cumpriu temporada de março até o último dia 3 de maio no Theatro Net em São Paulo e agora vai iniciar turnê pelo País. Leia mais

Artigo

O teatro musical brasileiro não nasceu ontem, mas há pelo menos 155 anos. Começamos pela revista, uma das espécies do gênero musical. O primeiro espetáculo de revista escrito e encenado no país chamou-se As surpresas do senhor José da Piedade, texto de Figueiredo Novaes. A peça ficaria em cartaz por apenas três dias, tendo sido proibida por atentar contra a moralidade das famílias, no Rio imperial de 1859. Leia mais

Crítica

Há 44 anos, Jesus Cristo superstar estreava na Broadway com ares de rebeldia. No reduto mundial do teatro musical mainstream, a ópera-rock de Andrew Lloyd Webber e Tim Rice chocava com a nudez e a estética hippie usada para contar a bíblica história da vida de Jesus Cristo, homem-mito em torno do qual se erigiu a cultura ocidental, tão central que dividiu o calendário em antes e depois de seu nascimento. Um Cristo humanizado e sintonizado com as mudanças pós-maio de 1968. Leia mais

Reportagem

Amor. Liberdade. Revolução. São palavras gastas – pelo uso e pelo tempo. São ideias difíceis de apreender. Mas foram essas as linhas condutoras escolhidas pela Cia. do Tijolo para criar seu novo espetáculo.

Cantata para um bastidor de utopias, em cartaz no Sesc Pompeia, baseia-se em um texto de Federico García Lorca: Mariana Pineda. Obra de juventude do poeta espanhol, a peça conta o trágico destino de uma heroína de seu país. No século 19, Mariana foi morta pelo governo do rei Fernando VIII. Seu crime: ter bordado uma bandeira para a causa dos liberais republicanos. E, pior do que isso, ter se recusado a delatar seus companheiros. Leia mais