Menu

Autoria

Jornalista e crítico de teatro. Idealizador e coeditor do site Teatrojornal – Leituras de Cena (2010). De 1992 para cá, publicou em veículos como Folha de S.Paulo, Valor Econômico, Bravo! e O Diário de Mogi. Cobriu festivais no Brasil e no exterior. Escreveu capítulo de relato histórico no livro O Tapa no Arena: repertório em imagens (2015). Autor de Teatro Faap: a história em cena (2010), Aos que virão depois de nós - Kassandra in process: o desassombro da utopia (2005) e Riso em cena – os dez anos de estrada dos Parlapatões (2002). Mestre em artes cênicas pela USP. Assinou curadoria ou consultoria para mostras/festivais em Recife, João Pessoa, Belo Horizonte e São Paulo. Membro da Associação Internacional de Críticos de Teatro, AICT-IACT.

Crítica

Foto: Paulo Amaral/FCCR

A imaginação no poder

13 de janeiro 2017 |
por Valmir Santos • São Paulo

Segundo sábado de propaganda gratuita no rádio e na televisão, aquecimento da campanha para as eleições municipais de 2016. Na feira do Jardim Colonial, na zona sul de São José dos Campos, carros de som e cabos eleitorais (em sua maioria contratados) aproveitam a manhã movimentada para vender seu peixe. Foi ali que o Grupo Pombas Urbanas (SP) ligou a parabólica do teatro de rua para pensar a democracia à luz da realidade. Em sua premissa fabular, Era uma vez um rei destila crítica sobre os projetos de poder – um pleonasmo à esquerda, à direita ou ao centro de qualquer sistema de governo, mas também no nível interpessoal de todo cidadão. Leia mais

Crítica

Foto: Paulo Amaral/FCCR

Evoé, Marçal de Souza

07 de janeiro 2017 |
por Valmir Santos • São Paulo

Num poema que costuma acompanhar as edições da peça Rasga coração (1974), intitulado Somos todos profissionais, Oduvaldo Vianna Filho, o Vianinha, riscou o chão: “(…) viemos aqui cumprir nossa missão/ a de artistas/ não a de juízes de nosso tempo/ a de investigadores, a de descobridores/ ligar a natureza humana à natureza histórica”. O grupo Teatro Imaginário Maracangalha, de Campo Grande (MS), pratica esta filosofia com precisão no espetáculo de rua Tekoha – Ritual de vida e morte do deus pequeno (2010). Leia mais

Crítica

Foto: Paulo Amaral/FCCR

Ações enamoradas das ideias

27 de dezembro 2016 |
por Valmir Santos • São Paulo

Quando da primeira edição, em 1605, O engenhoso fidalgo Dom Quixote de la Mancha era mais ouvido que lido. O romance alcançava grandes auditórios em vez do cume calmo dos olhos. Afinal, a maioria dos cidadãos era analfabeta. Uma voz mediava o imaginário segundo as páginas de Miguel de Cervantes. A alusão ao contexto barroco da prosa do século XVII vem do prazer em fruir a inteligência cômica popular impressa no solo O incansável Dom Quixote, parceria do ator Maksin Oliveira com o diretor Reynaldo Dutra, numa produção da Magnífica Trupe de Variedades (RJ). Leia mais

Entrevista

Foto: Divulgação

Filosofia de um festival de máscaras no Cariri

16 de dezembro 2016 |
por Valmir Santos • São Paulo

A primeira edição do Festival Internacional de Máscaras do Cariri, o Fimc, de 7 a 11 de dezembro, corresponde a novo capítulo de arte e de cultura na região do sul cearense delineada por 32 cidades. Numa delas, a do Crato, fica o endereço da Beatos, organização não governamental idealizadora do evento.

Cidadã cratense, Dane de Jade é gestora cultural articuladora da ONG formalizada em 2010. A inspiração para criar um encontro com esse perfil veio do Canadá, via Festival Internacional de Máscaras de Quebec Leia mais

Crítica

Foto: Lenise Pinheiro

Paisagem em labirinto

01 de dezembro 2016 |
por Valmir Santos • São Paulo

Observador atento da realidade no ato de rebelar-se contra ela, desde a primeira hora, o Grupo Folias d’Arte estabelece em Solidão um produtivo estranhamento na sua trajetória de quase duas décadas. Aqui os conflitos sociopolíticos estão submersos nas águas maternais do obscuro. Os artistas potencializam o inconsciente e vão beber direto na fonte do boom literário latino-americano das narrativas que exprimem o realismo gravitando o maravilhoso ou o mágico. Leia mais

Reportagem

Foto: Gilson Camargo

A crítica em movimento

12 de novembro 2016 |
por Valmir Santos • São Paulo

Na contracorrente da desvalorização do pensamento crítico em boa parte das sociedades, o “Idiomas – Fórum Ibero-Americano de Crítica de Teatro” marca importante tento. Em plena Curitiba, epicentro das tramas judiciais da Lava Jato , mas também um dos corações da resistência de estudantes e professores ante as truculências estaduais e federais. Leia mais

Artigo

Foto: Pedro Isaias Lucas

Eu, Tânia Farias, pela Tribo

24 de outubro 2016 |
por Valmir Santos • São Paulo

Evocando os mortos – Poéticas da experiência é um ponto fora da curva na história da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. A atriz e produtora Tânia Frias enfeixa o caminho da individuação artística ao avançar em procedimento inaugural para ela e para os parceiros: a desmontagem. Trata-se de uma contradição aparente, mas indicativa da maturidade do grupo de Porto Alegre: há 38 anos imbuído da prática da criação coletiva. Leia mais

Desenvolvido por: Reppublica