Menu

Artigo

Foto: João Rafael Neto

Os desejos presentes no Maré de Março

23 de agosto 2017 |
por Francis Wilker • São Paulo/Brasília

Em Salvador

O Maré de Março é uma das mais jovens iniciativas brasileiras a integrar o calendário de festivais dedicados às artes cênicas em níveis nacional e internacional. O primeiro semestre do ano costuma ser movimentado por encontros como o Janeiro de Grandes Espetáculos – Festival Internacional de Artes Cênicas de Pernambuco, no Recife; o Festival de Teatro de Curitiba; a Mostra Internacional de Teatro de São Paulo, a MITsp; o Feverestival, em Campinas; e o FIT São José do Rio Preto (SP). Diferentes formatos, interesses curatoriais e modos de produção são tecidos na singularidade de cada um desses projetos. Leia mais

Galeria

Foto: Bob Sousa

Viúvas – performance sobre a ausência

16 de agosto 2017 |
por Bob Sousa • São Paulo

No espetáculo da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, a fotografia capturada “em percurso” pode apresentar uma inversão de papéis entre espectador e cena, entre sujeito e objeto, fotógrafo e fotografado. Todos podem ver e ser vistos. Assim, nos vemos representados (e representando) o espírito coletivo da luta feminina sobre as estruturas sociais arbitrárias e coercitivas. As imagens correspondem à sessão realizada em setembro de 2016 na Fortaleza da Barra, em Santos, no âmbito do Mirada – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas. Leia mais

Entrevista

Foto: Autor não identificado/Instituto Moreira Salles

Décio revisitado

11 de agosto 2017 |
por Fernando Marques • Brasília

Pude entrevistar o crítico e historiador teatral Décio de Almeida Prado (1917-2000) em três ocasiões. A primeira delas foi quando se completavam cem anos da morte de Alexandre Dumas Filho (1824-1895), autor da célebre A dama das camélias, peça que em meados do século XIX agitou a cena francesa ao misturar passionalidade romântica à franqueza realista. Leia mais

Galeria

Foto: Bob Sousa

Sutil violento

31 de julho 2017 |
por Bob Sousa • São Paulo

O espetáculo da Companhia de Teatro Heliópolis trata das inquietações do cotidiano, das formas de confrontos e opressões nas relações humanas. E foi nesse frenesi pela cidade tão caótica que chegamos ao belíssimo espaço ocupado pela trupe, no bairro paulistano do Ipiranga, na tentativa de pouso de um olhar – mediado pelas lentes – para as sutilezas até então invisíveis nos entrecruzamentos da violência naturalizada. Sutil violento está em cartaz na Casa de Teatro Mariajosé de Carvalho, até 27 de agosto. Uma encenação de Miguel Rocha com atuações de Alex Mendes, Arthur Antonio, Dalma Régia, David Guimarães, Klaviany Costa e Walmir Bess. Leia mais

Crítica

Foto: Danilo Vieira

O corpo manifesto

26 de julho 2017 |
por Daniel Schenker • Rio de Janeiro

Em São José do Rio Preto

Espetáculo aberto a múltiplas possibilidades de interpretação, And so you see… – assinado pela coreógrafa sul-africana Robyn Orlin e mostrado na última edição do Festival Internacional de São José do Rio Preto – é um trabalho de natureza política. Leia mais

Crítica

Foto: Danilo Vieira

No terreno das emergências

24 de julho 2017 |
por Daniel Schenker • Rio de Janeiro

Em São José do Rio Preto

A necessidade de abordar a realidade inflamada de maneira direta parece nortear duas montagens de rua apresentadas na recém-encerrada edição do Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto: Tekoha – Ritual de vida e morte do Deus Pequeno, do Teatro Imaginário Maracangalha, de Campo Grande (MS), e Terra abaixo, rio acima, da Cia. Cênica, de Rio Preto (SP). Leia mais

Encontro com o espectador

Foto: Bob Sousa

Folias D’Arte no enclave da solidão sociopolítica

21 de julho 2017 |
por Teatrojornal

O espetáculo Solidão, do Grupo Folias D’Arte, inspirou o 6º Encontro com o Espectador, ação realizada em 28 de novembro de 2016 no Ágora Teatro, em São Paulo. Participaram do diálogo o diretor Marco Antonio Rodrigues, o dramaturgo Sérgio Roveri, os atores Ailton Graça, Suzana Aragão, Lui Seixas e Rodrigo Scarpelli, a atriz e psicanalista Cecilia Thumim Boal, do Instituto Augusto Boal, demais espectadores e os jornalistas e críticos Beth Néspoli e Valmir Santos. Segue a transcrição editada e aportada no registro de cena do fotógrafo Bob Sousa. Leia mais

Desenvolvido por: Reppublica